Governo Provincial do Bié
Sociedade

Governante defende expropriação de fazendas inoperantes


Job Capapinha falava na reunião entre o Presidente da República, João Lourenço, e o governo local, uma antecâmara do Conselho de Governação Local, que se realiza na cidade do Sumbe, no quadro da visita de trabalho de dois dias do Chefe de Estado à província do Cuanza Sul.



Explicou que apesar de algumas fazendas agrícolas e terras aráveis terem sido legalmente atribuídas, encontram-se inoperantes.



Reafirmou a aposta do governo provincial do Cuanza Sul na agricultura e pecuária empresarial.



Apontou como prioritário o processamento da produção de café, arroz, soja, trigo e algodão e o fomento do palmar, de modo a gerar agricultura de grande escala, para exportação e abastecimento da indústria transformadora.



Job Capapinha anunciou, sem previsão temporal, a transformação do município do Porto Amboim, num centro de pesca industrial e de comercialização de infra-estruturas e serviços de apoio à pesca, atraindo a indústria transformadora de produtos do mar.



O governador do Cuanza Sul falou, também, de obras por concluir na província, com ênfase para as infra-estruturas integradas do Sumbe, Porto Amboim, Gabela, Waco-Cungo e Kibala.



O Chefe de Estado angolano deslocou-se, na manhã desta sexta-feira (22), à província do Cuanza Sul, onde vai, também, constatar o andamento das obras sociais, além de ouvir figuras representativas da sociedade civil, num encontro do Conselho de Auscultação e Concertação Social.



Angop