Governo Provincial do Bié
Sociedade

Ajuda de Angola previne epidemias em Moçambique


A governante falava à imprensa momentos após a entrega dos bens e apresentação de equipas médica e militar de Angola.



"A ajuda de Angola vem num momento oportuno, por vir acompanhada de equipas médicas, que deverão integrar as nossas. Nós temos de estar atentos para evitar epidemias, como a malária e as diarreias", disse.



De acordo com a ministra, a equipa angolana de especialistas em emergências médicas será fundamental para o plano de acção de contenção de epidemias, gizado pelo Ministério da Saúde moçambicano.



Por sua vez, a ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, manifestou a sua consternação pela calamidade natural que assolou Moçambique.



"Esta abordagem inicial é apenas um diagnóstico. Depois de feito, nós vamos então definir a nossa estratégia de actuação para Moçambique”, afirmou.



A cidade da Beira, em Moçambique, foi a mais afectada pela passagem do ciclone tropical Idai, no dia 14 do mês em curso, com ventos de mais de 170 quilómetros por hora, que causou, até ao momento, mais de 400 mortos e deixou 89 mil e 177 pessoas sem abrigo. As mesmas encontram-se em campos criados pelo Governo.



Angop